.

.

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Oração de um Cigano


Oh! Poderoso Grande Rei Cigano.
Que nessa hora venho saudar.
Saúdo as forças das estrelas. 
Saúdo as ondas 
do mar. 
Saúdo toda as tribos ciganas
que nessa hora estou à invocar.
Pedindo licença ao teu povo para trabalhar.
Saúdo as montanhas, 
os vales, as gotas de orvalho,
as areias.
Teu povo dança feliz invocando a vida e a beleza.
Em suas músicas há a graça do bailar
 livre em liberdade a sonhar.
Teus tesouros são infinitos 
por que nem um preço
pode pagar o valor da liberdade 
dos pés descalços a caminhar.
Tuas jóias tem o brilho mais caro.
Teus homens ciganos põem a mão ao peito 
para seu talismã esquentar.
Tuas mulheres abanam seus leques 
para os maus espíritos afugentar.
Tuas fogueiras possuem as salamandras mais altas
que nos olhos de teu povo sabe brilhar.
Aquece-nos agora Oh! Grande Rei
para que essa oração não possa acabar.
Enquanto um cigano olhando ao céu orar.

Optchá

Oração para um Cigano




ORAÇÃO PARA UM CIGANO

Cavaleiro da noite e do dia, 
homem forte e corajoso,
és a força de um grupo cigano, és poder. 
Com teu violino encantas a Lua Cheia. 
Com teu sapateado ajudas a Mãe-Terra 
a sentir teu lamento cigano 
e sentes na relva a energia mais profunda da Natureza.
Ao olhar a fogueira decifras 
o que dizem as labaredas, 
pois é na chama do fogo 
que são revelados os mistérios do mundo.
Cigano, és homem forte e seguro do que queres.
Cigano, és amor, carinho, ternura e paixão ardente.
Cigano, pareces árvore frondosa de tronco grosso, 
a proteger-nos das falsidades desta vida terrena.
Ao olhar para o infinito, 
possa eu sentir a tua energia.
Cigano, ao olhar a chuva caindo na relva, 
possa eu sentir-te lavando-me das impurezas deste mundo;
e ao olhar a chama de uma vela, 
possa eu sentir-te a dizer-me: 
“Estou te protegendo”.





PRECE AO CIGANO WLADIMIR

Ó glorioso e poderoso cigano Wladimir, 
neste instante, 
é com o meu coração cheio da mais profunda fé,
que me dirijo ao teu luminoso espírito,
que tem poder e forças 
entre todas as entidades ciganas que hoje,
como estrelas brilhando no infinito,
são entidades que por misericórdia 
nos assistem em nossas aflições.
Em particular a ti, peço, 
querido cigano Wladimir, 
que me ampares,
com teu coração bondoso, 
jamais deixando que eu venha a cair 
sob o impulso das provas desta vida;
protege meu corpo, 
livrando-o das doenças;
protege o meu coração,
não deixando nunca 
que nele se abrigue o ódio;
protege minha mente, 
para que ela seja sempre abrigo 
de pensamentos positivos e de força;
protege a minha família,
protege o meu caminho, 
livrando-me dos inimigos,
da terra e do espaço.
Por todo o bem que sei que fazes sempre,
por todos aqueles que depositam 
fé incondicional em ti,
é que peço à Santa Sara, 
a Padroeira Universal dos Ciganos,
que encha teu espírito de Força, 
Luz e Poder,
para que estejas sempre 
pronto a atender aos teus filhos,
aos teus seguidores…e a Deus, 
nosso Pai maior, 
peço que tome nos braços 
este filhotão querido que és e, 
ao lado dele,jamais esqueças de nós,
Ó glorioso e bondoso cigano Wladimir.
Amém

Optchá

sábado, 21 de janeiro de 2017

21 de Janeiro*Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa






A Presidência da República oficializou,em 2007,o dia 21 de Janeiro como o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. 


Instituída pela Lei nº 11.635,de 27 de dezembro de 2007,a data rememora o dia do falecimento da Iyalorixá Mãe Gilda,do terreiro Axé Abassá de Ogum (BA),vítima de intolerância por ser praticante de Religião de Matriz Africana. 

A Sacerdotisa foi acusada de charlatanismo,sua casa foi atacada e pessoas da comunidade foram agredidas.Ela faleceu no dia 21 de janeiro 2000,vítima de infarto. 

Foi vítima?Denuncie.Denúncias de violações contra Religiões de Matriz Africana,Comunidades Quilombolas,de Terreiros e Ciganas,podem ser feitas pelo Disque 100,serviço do Governo Federal para receber denúncias de violações de direitos humanos.O Disque 100,juntamente com a Ouvidoria do Igualdade Racial,são instrumentos oferecidos pelo Governo Federal no combate ao Racismo. 


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Sobre Mago Merlin


De onde sou?
Sou de todos os lugares e de lugar nenhum...
Sou de onde nascem os sonhos e as fantasias...
De onde brotam as dores e as alegrias...
Sou da água,sou do fogo,sou do vento...
Sou do espaço,sou da terra,sou do tempo...

O que faço?
Eu bebo os sonhos,e devoro ilusões...
O meu alimento,é a beleza do pensamento...
Minha alegria, é a magia da fantasia...
Na magia,posso sonhar...
Se posso sonhar,posso fazer...
Se posso fazer,posso vencer...
Se posso vencer,posso sonhar ainda mais...
Pois sem meus sonhos...
Sou um mago sem magias...
Sou um poeta sem poesias...

O que busco?
Uma alma pura...
Uma mente aberta...
Um coração livre...
Um corpo quente...
Um sorriso doce...
Um olhar sincero...
Uma estrada longa...
E uma imensa vontade de caminhar...

(Por Júlio César*www.merlyn44.com.br)

domingo, 15 de janeiro de 2017

Fadas


As Fadas são Seres de Luz que se transformam nas cintilações quando a luz do Sol bate na água.São a Emoção de existir quando uma flor desabrocha, quando um bebê de qualquer tipo nasce ou quando um novo jogo é inventado.

São o meio pelo qual a alegria é transmitida dentro de um sistema ou de um ser físico.Sua alegria clara e cintilante é intensa e espontânea.Embora as fadas prefiram ficar ao ar livre,entram quando convidadas.Gostam de áreas de beleza,como coleções de cristais,fontes de mesa,altares e plantas.Contudo, as fadas tendem a cair no sono se elas - ou a área bonita - não forem freqüentemente notadas.Ao tirar o pó de seu altar, vocês as despertam!

É realmente bem difícil descrever a aparência de uma fada,pois elas vivem em um mundo paralelo ao nosso e segundo algumas pessoas que já as viram, dizem que para poder notar sua presença,temos que silenciar a mente,pois elas aproximam-se como uma suave melodia,ou mesmo um pequeno murmúrio.Outra forma de percebê-las é quando de repente nos sentimos envolvidos com um doce perfume com uma fragrância indescritível.

Mas estas qualidades comuns ao mundo angelical podem confundir-nos e não saberemos discernir se estamos na presença de um anjo ou de uma fada.Só quando visualizamos a sua forma é que podemos diferenciá-los,dados que os primeiros adotam formas mais leves,mas apresentam-se com vestimentas mais corpóreas.

No caso das fadas,suas vestes possuem um grande diferencial:apresentam-se sempre ataviadas e cobertas por gases ou muselinas,quase transparentes com cores translúcidas,ocupando espaços fluídicos e seus graciosos corpos são esbeltos e femininos,possuem mãos alongadas,pés pequenos,tronco estilizado,cabelo com cor de arco-íris,que caem cobertos por véus transparentes.Algumas delas têm a cabeça coberta com uma touca cônica, muito parecida com a dos Magos e como eles também utilizam varas mágicas com as quais produzem seus fenômenos.

Entretanto,a matéria da qual as fadas provêm é sutil e etérea,translúcida.Seu Seu corpo é fluídico e pode se moldar com a força do pensamento.Sendo assim,a aparência dos seres feéricos,refletirá com freqüência as idéias pré-concebidas que deles já tenhamos.

Em virtude da natureza de sua estrutura corpórea,a fada pode também variar seu tamanho.

Teósofos que estudam este tema,afirmam que a função das fadas é absorver "Prana",na vitalidade do sol e distribuí-la em nosso plano físico.

Desde os primórdios da civilização,segundo nos contam livros muito antigos, as pessoas estavam mais em contato com a natureza e seus fenômenos,essas fantásticas "presenças" faziam parte da vida cotidiana,instaladas nos bosques,nos arroios,na cozinha,na cabeceira da cama das crianças doentes, etc.Depois que o homem trocou o campo pela turbulência dos grandes centros urbanos,elas deixaram de ser ouvidas.

Popularmente,se crê que as fadas e o resto do Povo Pequeno remontam dos tempos mais antigos da Terra,quando ainda estavam em formação os montes e os oceanos e não havia ainda surgido o primeiro "homo sapiens".Viviam em um lugar determinado do planeta,mas não tardaram a se estenderem por regiões mais longínquas,ao mesmo tempo que se iam formando as montanhas,os mares e os rios,e aparecia o homem primitivo.

Para explicar sua remota origem,existem uma série de lendas,onde quase todas possuem uma fonte comum:a "caída" de Anjos.

Na Irlanda,existiu a crença de que as fadas seriam anjos caídos,que foram expulsos do céu pelo Senhor Deus,em virtude de seu orgulho pecaminoso.Alguns caíram no mar,outros em terra firme e os que sobraram no mais profundo do inferno.Esses últimos,receberam do diabo o conhecimento,poder e os envia para a terra,onde trabalham para o mal. Entretanto,as fadas da terra e do mar seriam em sua maioria seres belos e bondosos,que não causam nenhum dano, se as deixarem em paz e lhe permitirem dançar em seus anéis feéricos a luz da lua com sua doce música, sem ser molestadas com a presença dos mortais.

Há uma outra versão Irlandesa que conta que na época do Paraíso Terrestre, Eva estava lavando seus filhos nas margens de um rio,quando Yahvé veio lhe falar.Assustada escondeu os filhos que ainda não havia lavado,e Yahvé lhe perguntou se estavam ali todos os seus filhos,e ela respondeu que sim.Como não se convenceu da resposta,advertiu a Eva que aqueles que ela havia ocultado permaneceriam ocultos do homem também.Essas crianças se converteram em elfos e fadas,e nos países escandinavos são denominados raça "huldre".As jovens huldre são muito belas,mas apresentam rabos de vacas unidos aos seus corpos.

Os Escandinavos contam ainda,em uma versão mitológica,que foram os vermes que surgiram do corpo em decomposição do gigante Ymir,que se converteram em:elfos claros,elfinas e elfos escuros.O verme é símbolo de vida que nasce da podridão.É ainda,símbolo da transição da terra para luz,da morte para a vida,do estado larvar para o voo Espiritual.

Em um período pré-cristão,existiu também,a crença que que as fadas seriam os espíritos dos mortos.Já na era cristã,se afirmava que as fadas eram Anjos caídos ou então almas pagãs que não estavam aptas para subir aos céus,nem descer ao inferno.Por isso,ficaram destinadas a passar toda a eternidade nas escuras regiões de um "reino intermediário",a nossa Terra.

Acreditava-se ainda em Cornualles,uma região Inglesa,que as almas das crianças mortas sem batismo,tornavam-se "PISKIES" (duendes) e apareciam no crepúsculo na forma de pequenas mariposas noturnas brancas.Os duendes "KNOCKER",das minas de estanho também eram considerados almas de mortos,mas nesse caso,eram os judeus que haviam sido transportados para lá por sua participação na Crucificação.

Todo o norte da Europa possui um rico conhecimento sobre as fadas,assim como as Ilhas Britânicas e de igual maneira,não são ignoradas na Alemanha, já que ali são conhecidas pelo nome de Norns,fiandeiras ao estilo das Parcas gregas.Na França encontramos a Dame Abonde,uma fada,cujo o próprio nome já invoca a abundância.Na Itália é venerada como Abundita,uma Deusa da Agricultura.

Em terra Romana ainda,é muito conhecida a figura mítica da fada Befana, cuja função é estabelecer uma ligação das famílias atuais com seus antepassados,com uma troca de presentes.Ocupa,portanto a função de uma educadora-pedagoga que recompensa ou pune as crianças na época natalina.

Befana é a Grande Avó que preside várias fases de desenvolvimento das crianças.A "meia natalina" que todos nós,mesmo aqui no Hemisfério Sul, penduramos nas portas ou lareiras,não é só um lugar para depósito de presentes,mas tem o poder de invocar Befana,que tal como Frau Holda e Berchta visita as casas no período do Natal,recompensando todo aquele menino ou menina que foi bem comportado durante todo aquele ano.

Conforme a tradição Mítica,Befana chega voando em uma vassoura, intensificando sua associação com as plantas e os animais,que antigamente eram considerados sagrados e muito utilizados como totens.Befana voa do Reino das Fadas,para trazer presentes e alegria ao mundo dos homens.

O certo é que todas as culturas e todos os povos primitivos adoravam os velhos Espíritos da Natureza,suscitados pelo animismo (crença religiosa que considera todo o ver vivo e todo o objeto possui um espírito ou força interior), que mais tarde deram nascimento,entre os babilônios e gregos,à deidades terrestres e aquáticas,com toda uma sofisticada genealogia de Deuses.


Muitas foram as teorias que se formaram sobre a possível etimologia das fadas,fazendo-as descender de antigas divindades celtas (Deusa Danann) ou de Dianas romanas.




Na realidade,no entanto,tanto sua origem como suas possíveis etimologias, se perdem na noite dos tempos ao se tratar de seres que iam se adaptando às circunstâncias das épocas,pois nem sempre se chamaram fadas,nem ninfas, nem lamias,nem elfos...,porém eles permanecem no meio de nós,com diversas aparências e revestidos de numerosos nomes.

Já dizia o inglês William Shakespeare,que há mais coisas nesta terra do que alcança a nossa precária percepção.Carl Jung complementa,ao afirmar que existe e sempre existiu,um realismo mágico contraposto a todo o mundo real.

É justamente através da dualidade destes opostos,é que se estabelece uma função reguladora.Se o ser humano não oscilar entre estas oposições,o espírito morrerá.

Entre o Real e o Mágico existe uma espécie de fluidez intemporal que se rege pelo inconsciente coletivo.O realismo mágico descrito por Jung,é regido por uma fonte que nos é mundo familiar e transcende a um mundo de contrastes entre os opostos.Isto é,toda a Magia se nutre dos conteúdos do consciente coletivo,da nossa "memória ancestral".É através desta memória que ocorre a inversão do tempo.

A tradição Celta possuía uma percepção admirável da maneira como o tempo eterno está entrelaçado com o nosso tempo humano.Existe uma história de Oisín,que era um dos Fianna,um grupo de guerreiros celtas,que sentiu uma grande vontade de aventurar-se a chamada Tír na n-óg,a Terra da Eterna Juventude,onde vivia o povo encantado.

Chegando ao seu destino,durante muito tempo viveu feliz com sua mulher Niamh Cinn Oir,conhecida como Niamh dos cabelos dourados.O tempo pareceu voar,por ser um tempo de grande felicidade.Mas um dia,a saudade de sua vida antiga passou a atormentá-lo.Tinha agora,curiosidade de saber como estavam os Fianna e o que estaria ocorrendo na Irlanda.

O povo encantado o desaconselhou,porque sabiam,que sendo ele um antigo habitante do tempo mortal linear,ele correria o risco de se perder ali para sempre.Apesar disso,ele resolveu voltar.Deram-lhe um belo cavalo branco e disseram-lhe para que nunca o desmontasse.Se o fizesse,estaria perdido.

Ele montou e seguiu até a Irlanda,mas chegando lá soube que os Fianna já tinham desaparecido.Ele consolou-se visitando as antigas áreas de caça e os locais onde junto com seus companheiros,haviam banqueteado,cantado, narrado velhas histórias e realizado grandes festas de bravura.Neste ínterim, o cristianismo já tinha chegado a Irlanda.

Enquanto passeava,rememorando seu passado,avistou um grupo de homens que não conseguiam erguer uma grande pedra para construir uma igreja. Sendo um guerreiro,ele possuía uma força extraordinária e,então,desejou ajudá-los,mas não se atrevia a desmontar do cavalo.

Ele observou-os de longe e depois se aproximou.Não conseguia mais resistir. Tirou o pé do estribo e enfiou-o por debaixo da pedra,a fim de erguê-la,mas assim que o fez,a cilha rompeu-se,a sela virou,e Oisín chocou-se com o solo. No exato momento em que tocou a terra da Irlanda,tornou-se um velho débil e enrugado.

Esta é uma excelente história para mostrar a coexistência dos dois níveis do tempo.Se se ultrapassasse o limiar que as fadas observaram entre estes dois níveis de tempo,terminava-se enredado no tempo mortal linear.O destino do homem neste tempo é a morte.Já no tempo eterno é a presença ininterrupta.

Todos os contos de Fadas Celtas sugerem uma região da Alma que é habitada pelo eterno.Existe uma região eterna em nosso íntimo,onde não estamos sujeitos às devastações do tempo atual.

Tudo o que vivemos,experimentamos ou herdamos,fica armazenado no templo de nossa memória.Sempre que nos aprouver,podemos regressar e passear pelas salas desse templo para despertar e reintegrar tudo que já nos aconteceu.Será esta reflexão que irá conferir profundidade a todas as nossas experiências.

Hoje,com um mundo globalizado,com nações mais preocupadas em garantir seu poderio político-econômico,muito pouca atenção se dá a este tipo de memória.A verdadeira experiência fantástica difere dessa visão genérica do imaginário das fadas composta por uma literatura sentimentalista com eternos finais felizes.Esse mundo do "Era uma vez..." que todos conhecemos, não é verdadeiro mundo das fadas.

As fadas reais representam o "Poder",um poder incompreensível para os humanos,pois elas são criaturas com valores e ética muito distantes do gênero humano:não pensam e,o que lhe é mais singular,não sentem como os humanos.Essa é a essência que as separa dos mortais e a origem da grande parte da inquietude que causam,porque as fadas são em si criaturas da matéria prima da vida.

O Reino das Fadas é um mundo de Misterioso Encanto,de Cativadora Beleza, de malícia,de humor,júbilo e inspiração,de terror,de Riso,Amor e tragédia. 




Que as Fadas Iluminem Seus Caminhos!

sábado, 7 de janeiro de 2017

Bênção Irlandesa

Símbolo Irlandês dos Ramos dos Azevinho do Amor


Espero que a Bênção de Luz caia sobre você
Iluminando o seu exterior, 
iluminando o seu interior
com a luz do sol de Deus brilhando em você


Espero que seu coração brilhe com afetuosidade
como a fogueira que dá as boas vindas 
aos amigos e estranhos


Espero que a Luz do Senhor brilhe dos seus olhos
como a vela na janela
dando as boas vindas ao viajante cansado


Espero que a bênção 
da suave chuva de Deus caia em você,
caindo gentilmente sobre sua cabeça,
refrescando sua alma com a doçura 
de pequenas flores
recentemente floridas


Espero que a força dos ventos 
do paraíso o abençoe
carregando a chuva 
para lavar seu limpo espírito
brilhando depois na luz do sol


Espero que a bênção 
do mundo de Deus
caia sobre você
enquanto você caminha pelas estradas


Que você sempre tenha 
uma palavra gentil para aqueles
que você encontrar


Que você entenda a força 
e o poder de Deus 
na tempestade e inverno
e a silenciosa beleza da criação
e o calmo crepúsculo do verão


E que você possa reconhecer
quão insignificante 
você parece neste grande universo


Você é uma importante 
parte do plano de Deus

Que Ele o observa
e o mantém seguro do perigo

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

A Missão de cada Signo



O Autoconhecimento se faz cada vez mais necessário,o planeta passa por um processo de aceleramento e por conta disso,se faz urgência que busquemos por mais conhecimentos e possamos assim compreender como vivemos,a intenção sempre é de levar Conhecimento e Esclarecimento sobre nossa Missão na Terra.

Conheça a sua missão!

“Era manhã quando Deus parou diante de suas 12 crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida Humana.Uma por uma,elas se dirigiram a Ele para receber seu Dom e conhecer a sua Missão”.

Áries – 21 de Março a 20 de Abril – “A ti,Áries,dou a missão de plantar a Minha primeira semente.Para cada semente que plantares,outras milhares de sementes se multiplicarão.Entretanto,não terás tempo de vê-las crescer, pois tua vida é ação e a ti compete tornar os homens cientes de Minha Criação.Por isso,serás o primeiro a penetrar no solo da mente humana com Minha Ideia.E para que faças um bom trabalho,dou-te a provação do orgulho para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da iniciativa.”

Touro – 21 de Abril a 20 de Maio – “A ti,Touro,concedo o poder de transformar a semente em substância.Trabalharás com afinco e paciência para que as sementes não se percam ao vento.Não questionarás ou mudarás de ideia até que termines tudo que já foi iniciado,pois a ti compete o processo de concretização da Minha Ideia.E para que realizes um bom trabalho,dou-te a provação do apego para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da força.”

Gêmeos – 21 de Maio a 20 de Junho – “A ti,Gêmeos,atribuo a tarefa de comunicar ao mundo Minha Ideia.Por isso te dou perguntas sem respostas. Em tua busca pelo conhecimento,inquietarás os que estão ao teu redor,para que compreendam o que vêem e o que ouvem.Tu serás um,mas pensarás e falarás por dois.E para que faças um bom trabalho,dou-te a provação da superficialidade para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da inteligência

Câncer – 21 de Junho a 21 de Julho – “A ti,Câncer,dou a missão de implantar no coração do homem a emoção.Minha Ideia se fará sentir por meio de risos e lágrimas,para que todo o conhecimento adquirido atinja plenitude interior. Tu multiplicarás os sentimentos com teu instinto de preservação,de modo que os homens se reunam em famílias.Para que realizes um bom trabalho,dou-te a provação da fragilidade para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da fertilidade.”

Leão – 22 de Julho a 22 de Agosto – “A ti,Leão,atribuo a tarefa de mostrar ao mundo o esplendor de Minha Criação.Tu iluminarás os corações humanos com Minha Luz,acendendo em cada um o entusiasmo de assumir a própria existência.Mas peço-te que não confundas as coisas e lembra-te que é Minha a Idéia,e não tua.Para que faças um bom trabalho,dou-te a provação da vaidade para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da honra.”

Virgem – 23 de Agosto a 22 de Setembro – “A ti,Virgem,dou a missão de examinar em detalhes o que os homens têm feito com Minha Criação.Tu analisarás seus passos e revelarás seus erros para que, por intermédio de ti, Minha Ideia mantenha-se pura e possa ser aperfeiçoada.Para realizares um bom trabalho,dou-te a provação da ceticismo para dominares e,como bênção,concedo-te o dom do discernimento.”


Libra – 23 de Setembro a 22 de Outubro – “A ti,Libra,dou a missão de unir os homens em torno da Minha Ideia.Tu despertarás o desejo da cooperação,por meio da capacidade de se colocar no lugar do outro e então sentir o que o outro sente.Estarás onde houver desavença,para que possas mostrar o valor do acordo e da justiça.E para que faças um bom trabalho,dou-te a provação da indolência para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da paz.”

Escorpião – 23 de Outubro a 21 de Novembro – “A ti,Escorpião,peço que não te afastes de mim quando doer em teu coração as maldades que presenciares. Terás a capacidade de penetrar na mente dos homens e,conhecendo-a, perceberás que não sou Eu,mas a perversão da Minha Ideia que está causando tua dor.Chegarás a conhecer o homem em seu instinto animal e lutarás contra o próprio dentro de ti.Para que faças um bom trabalho,dou-te a provação do extremismo para dominares e,como bênção, concedo-te o dom do renascimento.

Sagitário – 22 de Novembro a 21 de Dezembro – “A ti,Sagitário,atribuo a missão de ensinar o riso e esperança,para que no meio das incompreensões da Minha Criação o homem não se torne amargo.Através da esperança, implantarás no coração humano a fé e através da fé voltarás teus olhos para Mim.Expandirás assim Minha Ideia por todos os cantos e os mais longínquos lugares.E para que realizes um bom trabalho,dou-te a provação da intolerância para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da generosidade.”

Capricórnio – 22 de Dezembro a 20 de Janeiro – “A ti,Capricórnio,dou a tarefa de mostrar com o suor de teu rosto o valor do trabalho.Fincarás com disciplina os alicerces de Minha Criação,para que nada destrua suas bases.E tua alegria pelo dever cumprido ensinará que a responsabilidade não é um fardo e sim uma condição natural.E para que faças um bom trabalho,dou-te a provação da culpa para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da autoridade.”

Aquário – 21 de Janeiro a 19 de Fevereiro – “A ti,Aquário,dou a missão de abrir os olhos dos homens para novas possibilidades.Por isso terás o conceito do futuro e do amor fraternal.Sentirás a solidão dos que vivem à frente do seu tempo,pois não lhe permito personalizar Meu Amor.Viverás livre para que possas servir à humanidade renovando a Minha Criação.Para que faças um bom trabalho,dou-te a provação da rebeldia para dominares e,como bênção, concedo-te o dom do progresso.”

Peixes – 20 de Fevereiro a 20 de Março – “A ti,Peixes,dou a missão de incorporar todas as tristezas o homem e voltá-las para Mim.Com compaixão, tu mostrarás que as lágrimas são efeito da incompreensão do homem sobre a Minha Ideia.Tua devoção constitui a mais difícil das missões,mas terás a maior das dádivas.Tu serás a única das Minhas doze crianças a me compreender.Para que realizes um bom trabalho,dou-te a provação da ilusão para dominares e,como bênção,concedo-te o dom da fé.”



Por Katarina Broggio 

(fonte:osegredo.com.br)

Fraternos Abraços